Almas regadas por amor...


Há 01 ano eu tinha sido convidada para ministrar uma palavra numa vigília, que aconteceria na igreja e levei uma palavra sobre o título: Almas regadas por amor.

Naquele dia, Deus me orientou que pegasse uma lata (que por sinal gostava muito dela) e que nela colocasse o título da pregação e então eu levasse para vigília, fazendo uma proposta a todas as pessoas que estivessem lá.

A lata com nomes das almas que o Senhor é apaixonado.
Fiz uma proposta de oração e pedi que as pessoas escrevessem num papel:

1º) O nome das pessoas que elas gostariam que tivessem um encontro com o Senhor Jesus e que tivessem o céu como moradia eterna;
2º) O nome das pessoas que elas gostariam que fortificassem a aliança no Senhor e/ou que retornassem para a Casa e/ou aos Braços do Pai... que voltassem a sentir o cuidado de Deus de um maneira literal;
3º) O nome das pessoas que elas até gostariam de encontrar no céu, considerando a proposta de salvação, mas que por tamanha dificuldade delas e/ou amor pelo pecado das pessoas que elas lembrassem, ou ainda porque elas não gostavam de tais pessoas, elas teriam até surpresas se as encontrassem no céu.

E pedi que ao final do papel, quem tivesse disposto a orar comigo naquela causa, assinassem o nome como forma de compromisso.

Hoje, depois de um ano, eu resolvi contar os nomes escritos nos papéis e enquanto contava, tantas vitórias eu pude contemplar... é verdade que não conheço nem metade das pessoas que estão na lata, mas enquanto contava eu pude perceber que grandes vitórias já estão registradas na vida, no coração dessas pessoas e no céu, pois eu pude lembrar do momento da resposta de oração de alguns nomes registrados na lata e que eu tenho a rica oportunidade de conhecer essas pessoas.

No dia da vigília, foi um momento lindo e a história da lata acabou sendo conhecida por algumas pessoas da Comunidade do Amor e aí, alguns pedidos fora acrescentados na lata, não limitados a questão do alcance das almas, mas pedidos de mudanças da realidade 'X' que algumas pessoas viviam e que geravam angústias... e eu acredito que a proposta da lata foi mantida, até porque a ideia era que os nomes e as causas que estivessem registrados nessa lata, eles fossem regados por amor.

Durante a contagem, eu pude refletir e viajar naqueles nomes escritos e alguns nomes, conhecidos ou não, pareciam brilhar... outros pareciam que tinham batimentos cardíacos... outros pareciam estar molhados de lágrimas... outros tinham tanto cheiro de Deus... outros meu coração chorava e é porque muito dos nomes eu nem sei quem são as pessoas... enfim, foi uma mistura de sentimentos, de sensações, de emoções.

Outra coisa que percebi durante a contagem foi a visão de cada pessoa que entregou o papel... 

Queridos, tinham uns papéis que estavam registrados vários nomes, tinham papéis até com 50, 60, 70, 80 nomes e, por exemplo, tinham dois papéis que possuíam 94 e 96 nomes registrados... e aquilo me deixou reflexiva, porque o papel era tão pequeno, que ainda que as motivações da pessoa que escreveu tenham sido somente emocionais, ela creu, porque alguns nomes tinham a letra tão pequena, tão pequena, que quase não dava para contar... mas, eu fiquei a contemplar a fé... 

Já em outros papéis eu achei números diversos, inclusive papéis com apenas 01 nome. 

Fiquei a pensar: Terá sido falta de fé? Será que este nome é o da pessoa que estava na vigília e ela não se vê em condições de orar por ninguém? Será que ela não gosta de orar? Será que não tem tempo?

Não cheguei a resposta, mas quero deixar claro que fiquei feliz por ver aquele nome ali dentro da lata, porque independente das motivações, ele estava lá e Deus honraria e/ou honrará o menor grão de fé da pessoa que escreveu.

A lata é apenas um dos depósitos de oração que apresento a Deus diariamente.

Fora a lata, eu tenho para orar causas de vidas diárias, sejam dos meus amigos e amigas, da minha família, das pessoas que me odeiam, das que me amam, por vidas e pedidos bem específicos... enfim, sou feliz por poder apresentar diariamente ao Pai, que tem o controle de todas as coisas, tantos pedidos de oração.

A lata tem hoje 1299 nomes escritos, fora as generalidades do tipo: Meus amigos, minha família, pessoas da minha faculdade, pessoas do meu colégio, meus tios, minhas tias, sendo impossíveis contabilizá-los... mas, senti-me feliz ao poder tocar nos papéis, ao poder simbolizá-los para apresentação das orações...

Quero confessá-los que após o compromisso de oração por tantos nomes muitas coisas aconteceram na minha vida... muitas maravilhosas e outras bem espinhosas.

Tenho uma amiga que diz: "Cris, acho a lata bem pesada, mas quero te garantir que as bênçãos também serão." E vez ou outra essa minha amiga vem aqui em casa e com as mãos na direção da lata, levantamos um clamor por todos aqueles nomes... muitas vezes na alta madrugada. E acho tão lindo quando ela diz: "Vamos, vamos orar pela lata. Quero dividir esse peso com você." E eu sempre digo: "Posso garantir que as bênçãos também chegarão para você."

Então, meus caros leitores e amigos, diante do exposto quero dizer que a lata, sob o título: Almas regadas por amor... completou um ano de existência... um ano de clamor... um ano de vitórias. E diante disso, desejo motivá-los sobre a importância da oração, sobre o desejo que Deus tem que estabeleçamos uma relação com Ele.

Permanecerei orando pelas pessoas da lata, porque sei que ela funcionará como uma cápsula do tempo, como um depósito de oração, como um fortalecimento no meu relacionamento com Deus e de todas as pessoas que se envolveram na causa. Deus me ensina muito enquanto oro por vidas.

Depois desse ano que se passou, Deus colocou no meu coração um sonho sobre a história da lata... e sei que esse sonho tornar-se-á realidade. Trata-se de escrever um livro, com a história da lata, bem como os testemunhos e vitórias alcançadas desde que aplicamos o nosso coração para orar por tantos nomes e tantas causas. 

Então, você que tem algo a compartilhar sobre essa parceria de oração que estabelecemos há 01 ano, pediria que você enviasse para o e-mail: cristinacbessa@gmail.com ou registrasse aqui nos comentários sua declaração, seu testemunho, aquilo que Deus realizou e que você destaca ter sido de aprendizado dentro do contexto da parceria de oração, dentro dessa questão de aplicar o coração em oração, de confiar em Deus, independente do dia, da hora, do momento que Deus realizará e/ou atenderá as nossas petições.

Quero dizer que é com muita alegria que eu compartilho com vocês essa história. 
Aos que ainda lembram do propósito de oração da lata, segue o meu agradecimento: MUITO OBRIGADA! SEUS CELEIROS SERÃO CHEIOS!
Aos que esqueceram do propósito, segue um pedido: VAMOS RECOMEÇAR? SEMPRE É POSSÍVEL RECOMEÇAR... DEUS É ESPECIALISTA EM RECOMEÇOS!

Para nossa reflexão, deixo o Salmo 126:

"Quando o Senhor trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham. Então, a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cântico; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o Senhor a estes. Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres. Traze-nos outra vez, ó Senhor, do cativeiro, como as correntes das águas do Sul. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos."

Para nossa meditação, deixo um louvor que sempre fala muito ao meu coração e nesses últimos dias então... Ele tem sido uma oração diária.



Que com Deus você possa compreender que pode voar...

"Mas os que esperam no Senhor renovação as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão." (Isaías 40:31)

Com amor nEle,
Cris

Comentários

  1. Minha amada irmã... poxa vida que relato lindo... sei que você a cada dia que passa você rega e muito as almas das pessoas que estão ao seu redor. E como sou grata por isso. O louvor que você postou é um afago ao coração.... dá mesmo uma vontade de voar e sentir bem muito vento na cara. (E pra variar a tampa saiu de novo) risos.
    Vou abraçar a causa e orar por essas vidas que estão ali colocadas naquela lata!!!
    Amo-te de montão.
    Deus está contigo!!!
    Um beijo no coração.
    Cris, Nega ou Nê..... como melhor preferir...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela sua visita e comentário aqui neste espaço.
Em breve responderei seu comentário.
É um prazer tê-lo por aqui!!
Com amor,
Cristina Bessa

Postagens mais visitadas deste blog

O tempo debaixo do céu

Há esperança para o ferido...

Puro Nardo!