Gratidão


Essa semana foi uma semana desafiadora... por vários motivos.
Primeiro, porque era uma semana de provas da faculdade.
Segundo, porque no início dessa semana, logo na segunda-feira, levei uma queda inexplicável, na qual fiz questão de observar a cena da queda e reparei que se não fosse um portão de um estacionamento para eu apoiar, eu teria bolado até o subsolo desse condomínio.

Voltei para casa e eu comecei a agradecer: "Oba, hoje é segunda! Eu não bolei, não morri e ainda visitei o hospital para ganhar uma bota de gesso".

Quando cheguei em casa, ligaram-me e eu disse: Tudo tem seu lado bom, depende de qual olho seja visto... nem imaginava ficar em casa e fiquei... até para morte temos de olhar o lado bom, afinal, quando eu morrer eu tenho por certo que receberei promoção... serei promovida para o céu! Isso é muito massa!

Aí, hoje foi minha última prova, porém, nessa madrugada eu estava tão cansada, com tanta dor da luta que tive durantes esses dias para chegar na faculdade (Obs.: Os dois primeiros dias foram cansativos, porque tive de pular muito só numa perna, mas agradeço a Deus porque pude contar com algumas pessoas para me ajudar, em especial, o Isaac Guimarães, o qual esteve pronto para tudo, até para me carregar nos braços por algumas vezes. Obrigada Isaaczinho!)

Então, essa madrugada estava muito cansada, estudando para prova de Imunologia, a minha mente e o meu corpo estavam cansados e essa era uma prova de segunda chamada, logo, eu tinha que ir fazer a prova. Comecei a recordar porque tive de faltar a primeira chamada e na época eu disse: "Não tem problema, a resposta vem da boca de Deus, quando for a segunda chamada, eu estarei bem para fazer a prova".

Aí, quando eu me vejo nessa semana cheia de dor, uma luta daquelas e essa bendita prova ainda era a última prova? Eu sabia que quando chegasse na quinta (dia 08), eu estaria em estado de exaustão, devido alguns problemas de saúde que eu já tenho de origem musculo-esquelética, os quais foram intensificados pela queda.

Enfim, era madrugada, quando eu já tinha orado, orado e orado... chorado, chorado e chorado... senti-me como Jacó... Deus sabia como eu estava, mas aí eu comecei em silêncio cantar um louvor, o qual fazia muito tempo que eu não louvava, quando de repente a minha irmã Carol entra no meu quarto, olha para mim, aponta o dedo na minha direção e começa a cantar o mesmo louvor.

Na hora, eu perguntei se ela tinha ouvido o louvor em algum lugar, ela disse que não... então, eu compartilhei que não fazia 2 segundos que eu tinha parado de pronunciar o mesmo louvor que ela estava cantando em minha direção (segue abaixo o louvor).

Minha bênção
Já na alva luz
Do dia raiar
Lá estava a cena que me impressionou
Um anjo preso a Jacó

Que por sua bênção lutou e jamais desistiu
Não largava o anjo ele muito insistiu
Não sairia dali sem sua bênção na mão
De tanto ele insistir o anjo lhe tocou
E abençoado ele foi

Preciso de uma bênção não vou desistir
Sem ela eu não vou sair daqui
Só saio quando o Senhor me tocar

Não posso mais ficar sem te sentir
Nada vai impedir a unção de Deus sobre mim...



Ela disse: Essa situação é digna de post no blog, portanto, vamos nós... eu vim orar por você, ler uma palavra e amanhã você receberá sua bênção.

E assim ela fez... e hoje, ao sair da prova, eu lembrei muito da oração dela... e quando cheguei em casa a nota já tinha sido lançada pelo professor... tirei um 9,5 e então, recordei das falas dela e do quanto eu pedi que o Espírito Santo fosse comigo fazer a prova... não pela disciplina, não pelo professor, não pela quantidade de material para estudar, mas pelo cansaço que era extremo... e eu sou grata ao Senhor, ao Espírito Santo, O qual se garante, inclusive, em Imunologia... eu sou grata pelo companheirismo do Senhor da minha vida, em todas as circunstâncias...

... e aqui estou fazendo o post como gratidão e certeza que Deus é um Deus que sonda e conhece, O qual não economiza em nada para nos abençoar.

Obrigada Senhor por tuas bênçãos!
Obrigada porque Tu não desistes de mim!
Obrigada pelo Teu zelo e cuidado!
O controle de Deus é algo ímpar!

Segue o louvor para nossa meditação.
Com amor Nele,
Cris


Comentários

  1. Pense, Tinca!!!
    Essa foi uma grande vitória em Nome de Jesus!!!!
    Você é muito especial pra Deus e Deus ama quem tem coragem!!!!
    Um beijo!
    Te amo!!!
    Carol

    ResponderExcluir
  2. Ei Carol...
    Realmente não ter você é como se não tivesse os dois dentes da frente, faz toda a diferença!
    Sabemos o quanto esse momento representou para nós, afinal os bastidores do que vivemos aqui em casa, entre lutas, lágrimas e vitórias, somente algumas pessoas conhecem e eu fico muito contente de saber que Deus é a nossa presença mais constante e Aquele que conhece tudo, porque nos sonda e tem um prazer de ajudar aqueles que nELe espera.

    Na situação relatada do post eu me senti como Jacó... e eu disse para Deus que não dormiria sem a ter a certeza que Ele estaria comigo logo que amanhecesse... senti que o lugar que estava ali na minha cama fosse Peniel, assim como foi o nome do lugar que Jacó lutou com Deus... é tão bom contar com Deus, é tão bom contar com você!

    Obrigada Carol!
    Deus realmente conta com quem tem coragem... por isso, Ele conta tanto com você!

    Cheiro nos olhos.
    Amo você!
    Eu... Tinca... Santa... ou Cristina

    ResponderExcluir
  3. Ei Carol, essa música da Cassiane é antigona, desde 2001, do Cd Recompensa, mas também já foi regravada pelo Padre Marcelo Rossi, que ficou também muito bonita.

    Só lembro do Conjunto Ceará... época da casa... kkkkk... época daquela situação braba, época que o povo achava que rasteira me fazia morrer... mas, Jesus é bom...kkkkkk e cuida de nós.

    Deus é fiel!
    Cheiro.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada amiga Mari!
    Você é especial demais!!
    Amo você!
    I look to you!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela sua visita e comentário aqui neste espaço.
Em breve responderei seu comentário.
É um prazer tê-lo por aqui!!
Com amor,
Cristina Bessa

Postagens mais visitadas deste blog

O tempo debaixo do céu

Há esperança para o ferido...

Puro Nardo!