Cristo... Uma prova de amor


Eu particularmente gosto muito de aniversário!
Se eu pudesse faria festa comemorando cada dia que eu acordo e descubro que estou viva.

Então, quando olho para o dia 25 de dezembro, eu fico assim maravilhada, porque é uma rica oportunidade de em vários lugares e ao mesmo tempo celebrarmos o nascimento de Alguém que divide o antes e o depois nas nossas vidas.

Ontem eu estava dizendo que um dia ainda farei a ceia de Natal do jeito que meu coração deseja e eu creio que isso não tardará.

Sabe queridos, eu fico assim tão contente quando é quase meia-noite, o momento da virada do dia, porque eu gosto de datas, eu gosto de celebrar o início de datas importantes. E quando eu olho para o Natal, eu vejo assim uma prova de amor tão grande, tão grande que meu peito só falta explodir de alegria.

Eu olho para Jesus e lembro que um dia Ele estava lá na criação com Deus, recordo na Sua Palavra quando Deus diz: "Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança" (Gênesis 1:26). Imagino Deus, Jesus e o Espírito Santo projetando e executando tantas maravilhas no momento da criação.

Daí, eu adianto um pouco a história e vejo um Deus que nos percebe, que nos vê, que nos convida a uma vida diferente, que nos motiva a construírmos uma história diferente... eu vejo um Deus que nos orienta em escolhas, que deseja mudar a nossa vida e, principalmente, eu vejo um Deus que conta conosco e nos pergunta: Você confia em mim?

Aí eu recordo de Maria, uma jovem, prometida em casamento a José, a qual recebeu a visita do anjo Gabriel, o qual anunciava a execução de um plano de Deus e Maria recebia a notícia que Deus tinha olhado para terra e tinha achado graça nos olhos dela. Que coisa linda!

Então, Gabriel disse para Maria que ela não temesse, que o fruto do ventre dela se chamaria Jesus e  que seria chamado filho do Altíssimo.

É fantástico como Deus nos conhece, como Deus conhecia Maria e que muito embora tivesse achado graça nos olhos dela, Deus sabia que Maria era humana e que naturalmente no seu coração o medo poderia prevalecer, mas o anjo Gabriel ao cumprimentar Maria disse: "Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus" (Lucas 1:30).  Que maravilha!

Imagino a força, o impacto que o NÃO TEMAS percorreu o sangue, até chegar no coração de Maria... e ela respondeu ao anjo: Como se fará isso?

Isso é fantástico! Eu sempre digo que Deus não é obrigado a nos comunicar nada do que Ele faz, mas eu também digo que a vontade de Deus é algo sublime e que está ao nosso alcance pedir a Deus que nos oriente a aceitar e realizar a Sua vontade. Porque nós somos limitados, não sabemos nada do futuro e Maria ela agiu de uma maneira muito linda, porque ela não disse não, mas rapidamente teve a coragem de indagar: como se fará isso? Era como se ela tivesse dizendo: o que eu necessariamente devo fazer? Qual é a minha parte?

Maria disse ao anjo que não conhecia homem, então, como ela ficaria grávida? E o anjo explicou como aconteceria e mais... o anjo ainda adiantou que Isabel, sua prima, também estava grávida e de sexto mês, ainda acrescentou: "para aquela que era chamada estéril; Porque para Deus nada é impossível" (Lucas 1:36-37).

Queridos, quando o anjo anunciou a Maria que Isabel estava grávida, não se tratava de uma fofoca do anjo, mas de uma maneira para Maria compreender quem era Deus, porque Maria sabia que Isabel e Zacarias eram avançados em idade, que Isabel era estéril e o anjo só foi enviado a Maria quando Isabel estava no sexto mês.

Amados, naquela época não existia ultra-som que confirmaria uma gestação de início como temos hoje. Somente uma barriga crescida era prova para as pessoas que a mulher estava grávida. A mulher poderia até saber, mas provar? Só com a barriga crescendo e o bebê mexendo. Quando o anjo foi ter com Maria, há meses ele já tinha visitado Zacarias, inclusive o anjo pediu também que Zacarias não temesse, porém, era demais na concepção de Zacarias que Isabel pudesse ficar grávida, pois ela estéril e eles eram avançados na idade. O anjo disse de onde vinha, qual o nome o filho deles deveria ter e ainda disse que Zacarias ficaria mudo, porque não creu nas palavras dele e que ficaria daquela forma até as coisas se cumprirem.

A bíblia diz que por cinco meses Isabel se ocultou, mas no sexto mês de gravidez de Isabel, Maria recebeu a visita do anjo falando sobre a execução do plano acerca de Jesus e o anjo explicou o que tinha acontecido com Isabel.

Então, a cena da visita do anjo a Maria era fantástica.
Maria estava diante do cumprimento da profecia de Isaías, a qual está escrita no Livro do profeta Isaías 7:14: "Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel" e se dava conta que ela tinha sido escolhida por Deus, para ser a virgem da profecia. E ela deveria saber muito bem que a profecia não dizia como aconteceria, mas o quê aconteceria, por isso, ela não disse não, mas teve coragem de perguntar: Como?

Maria não usou de falsidade com o anjo, apenas dizendo: Sim! Maria teve coragem de pedir orientação do que Deus planejou ao seu respeito. Após isso, aí sim...Maria disse: "Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela." (Lucas 1:38)

Queridos, quando conhecemos o que a Palavra diz, o que a vontade de Deus diz, ao estarmos diante da concretização dessa Palavra e dessa Vontade, ela pode ser a mais absurda, a mais estranha, mas nós olharemos para Deus e diremos: "Cumpra-se em mim segundo a Tua palavra".

Quando não conhecemos a vontade de Deus e a sua Palavra, quando a dúvida faz moradia no nosso coração, as coisas de Deus passam diante de nós e muitas vezes não percebemos nenhum sinal delas.

Maria não teve dúvida! Maria teve coragem de se relacionar com Deus e conhecer qual a estratégia, qual o caminho para execução do plano.
Maria sabia, por profecia, que do Menino que nasceria do ventre dela, estaria a concretização da Palavra e execução do Plano de Salvação da parte de Deus.

Deus contou com Maria e ela foi desafiada a confiar em Deus!
Deus contou com José para que a profecia se cumprisse, afinal José é que fazia parte da linhagem de Davi... Maria não! Só Maria aceitar não cumpriria o propósito, José precisava também entrar no foco e Deus não poupou para tocar o coração de José. A profecia dizia que o Menino seria da tribo de Judá. Aleluia!

Maria e José foram pessoas especialíssimas e importantíssimas na execução do plano de Deus.

Jesus veio ao mundo porque Deus nos amou de uma maneira única.
Jesus morreu por amor e para cumprimento dos propósitos de Deus!
Ele é Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz!!

Jesus ama você!
Você pode encontrar muitos Jesus por aí... mas, Jesus Cristo só um!

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele." (João 3:16-17)

Com o coração cheio de alegria e de gratidão pela oportunidade de ser irmã de Jesus, Ele que é meu irmão mais velho, pois sou filha por adoção de Deus!

Hoje é Natal!
Mas o melhor, meu Jesus amado, é poder celebrar todos os dias a Tua vida na minha vida!
Tua alegria me fortalece a cada novo dia!
Nele com amor,
Cris

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O tempo debaixo do céu

Há esperança para o ferido...

Puro Nardo!