Desconectado


Há mais de 1 mês uma caixinha de som que gostava muito de ouvir louvor estava sem funcionar.

De início pensei que a caixinha estava queimada, pois o carregador ligava na tomada e a caixinha nada, não tinha reação nenhuma.

Guardei-a no meu guarda-roupa, mas todo dia lembrava da caixinha e do quanto sentia falta de louvar ouvindo louvor nela.
Não amava a caixinha, porque ela é uma coisa, um objeto... mas, sentia falta dela funcionando, porque quando eu a adquiri foi para poder dar aulas utilizando música e quando ela parou de funcionar, eu simplesmente decidi que com ou sem caixinha eu louvaria no meu quarto ou na sala de aula, porque Deus sabe que nada me impediria de adorá-Lo.

Mas, é incrível como Deus realiza o menor desejo do nosso coração e na quarta-feira uma amiga me pediu para cantar no aniversário dela (agora em julho) um louvor que nunca tinha ouvido. Para que eu aprendesse eu tinha que ouvir várias vezes... daí lembrei da caixinha...

Aí na quinta-feira ao acordar, eu disse para Deus que eu precisava que ele me confirmasse se eu deveria ir cantar, que nesta perspectiva eu precisava da caixinha para ensaiar e que eu aguardaria que ele me direcionasse a descobrir o problema da caixinha.

Orei e disse: Deus vou ligar agora a caixinha e eu creio que ela funcionará!

Aí liguei a caixinha e ela funcionou por alguns instantes e desligou. Eu sorri tanto... parece bobo, mas eu sorri de alegria e dei um Glória!

O fato dela desligar não me entristeceu, porque eu sabia que Deus tinha me direcionado para ter certeza que o problema não era a caixinha, mas que estava no fio do carregador... agora a pergunta era: em qual parte, já que o carregador aparentava funcionar por estar ligando?

Disse para minha irmã Cristiane que podia cortar o fio do carregador num lugar específico para acharmos o fio desligado e descobrimos o local do problema e ela fez o conserto. Mesmo que o carregador aparentasse estar funcionando (pois continuava acendendo uma luz), ele não conseguia carregar a caixinha porque tinha fio solto.

Vocês não imaginam a minha alegria... senti-me como na parábola da dracma perdida... fiz uma festa no meu quarto quando eu vi a minha caixinha tocando e alto...

Essa situação da caixinha me fez refletir sobre alguns pontos da nossa vida, da relação que desenvolvemos com Deus...

O carregador funcionando comparo a Deus, que sempre está disponível para recarregar as nossas forças, motivações e esperanças.

A caixinha parando de funcionar comparo a nossa vida, os nossos sonhos, as nossas motivações, os nossos relacionamentos que se não forem carregados diariamente numa fonte correta chegarão num momento que não conseguiremos mais, sentir-nos-emos cansados porque a nossa bateria está sem carga do Carregador.

A capa que envolvia o fio do carregador até a outra extremidade estava perfeito por fora e eu a comparo as máscaras que escolhemos usar ao longo da caminhada e que um dia talvez a removeremos para achar o problema ou ela colará para sempre no nosso rosto, adquirindo o molde do mesmo... e aí talvez nesse momento jogamos ou não a caixinha (os nossos sonhos, os nossos relacionamentos, a nossa vida, as pessoas) fora, porque achamos que o problema é a caixinha.

Todo o problema da caixinha estava num fio bem pequeno, dentro do cabo que também era tão pequeno, mas que escondia o que era a solução.

Precisamos entender que para mantermos o nosso relacionamento com Deus precisamos estar conectados a Ele... usamos muitas vezes tantas máscaras que elas podem até um dia cair do nosso rosto, mas o meu medo é que estas máscaras elas criem o molde tão exato do nosso rosto e fiquem coladas para sempre nele.

Precisamos revisar a nossa relação com Deus, porque por mais descrentes (ou mesmo ateu, os quais alguns agradecem até a Deus por serem ateus) que algum de nós possamos ser, é sempre para Ele que recorremos nas dificuldades... só que Deus não é bobo, nem menino, nem homem... Ele é Deus!

É obrigação nossa mudarmos a direção, o jeito de caminhar, fazermos a correção da nossa visão! 

Deus é imutável! Ele está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Não deixe de orar, porque assim como seu corpo físico precisa de alimento, a sua vida espiritual também... e oração é a forma que nós falamos com Deus e ouvimos Ele falar conosco.

Ele pede que nós estejamos fiados nEle e confiemos os nossos planos, projetos, relacionamentos e os sonhos que tudo irá bem.

Portanto: "Consagre ao Senhor, tudo o que você faz, e os seus planos serão bem sucedidos". (Provérbios 16:3)

Que o Senhor te faça regozijar de alegria!
Que você seja livre para adorá-Lo!
Que você entenda que não há outro igual a Deus!
Que você sinta o quanto Ele te ama exatamente do jeito que você é e que quando Ele te propõe mudanças só quem ganhará é você!

Com amor Nele,
Cris



Comentários

  1. É sempre bom saber que Deus está no controle de tudo...

    Amiga, vc é um anjo de Deus na minha vida. Obrigada por sua alegria, e sobretudo pela sua disponibilidade em estender os braços nos dias maus.

    Não terei simplesmente uma bela voz cantando no meu aniversário, terei a voz de Cristina Bessa, essa mulher que amo e admiro, em quem me espelho para melhorar a cada dia.

    Não tenho dúvidas de que qdo vc cantar, será a presença de nosso Deus que iremos sentir, e é justamente Ele o convidado principal da minha festa...

    Sou feliz em chama-la não simplesmente de amiga, mas de amiga íntima, amiga mais chegada que irmã.

    Que o Senhor conduza cada acontecimento do dia 09 de julho, que os presentes não somente se alegrem com as músicas da nossa infância, mas que eles principalmente possam se sentir tocados pela presença sobrenatural do Senhor.

    Te amo!!!

    Mari

    ResponderExcluir
  2. Querida Cristina Bessa,

    Suas palavras traduzem, resumem, exteriorizam aquilo que muitos sábios gostariam de externalizar, mas não o fazem por medo, despreparo gramatical, lexical.

    Você ainda possui a singular característica de transformar sensações, sentimentos em palavras.

    E melhor, estas suas palavras podem ser sentidas e/ou entendidas por doutores ou catadores...religiosos ou ateus...amigos ou indiferentes...famosos ou anônimos.


    Tenho muito orgulho por tê-la na minha lista de eternos amigos. É um prazer ouví-la, ler seus pensamentos e sensações postados neste Blog, pois quem lhe conhece consegue facilmente partilhar do impacto que suas palavras causam em nossos corações e até em nossa forma de descrever, interpretar e identificar aquilo que Deus nos propõe.

    Obrigado por você conseguir nos alertar (lembrar) sobre a existência de Deus.

    Obrigado por nos lembrar de que somos filhos Dele, logo Jesus é nosso irmão mais velho (E que irmão...)

    Um forte abraço,

    Leonardo Alexandrino.

    ResponderExcluir
  3. Mari, que alegria receber mais um post seu!

    Seu carinho e amor são muito caros para mim.

    Fico tão feliz de poder doar meus braços para te receber nas suas necessidades... porque eu bem sei que eles também servem para eu te abraçar bem muito nos dias alegres.

    Tenho pedido ao Senhor pelo dia 09 de julho, para que tudo naquele lugar sirva para alegrar o coração de Deus, inclusive, eu cantando as músicas que você pediu.

    Obrigada por sua amizade sempre tão presente.

    Amo você muito.
    Cris

    ResponderExcluir
  4. Leonardo, meu amigo querido!!

    Que maravilha poder ler um comentário seu no meu blog, você deve imaginar que isso é um presentão, não é?!

    Fico muito, muito alegre de poder proporcioná-lo através deste espaço momentos de alegria e impactos no seu coração, ao poder lembrá-lo do amor de Deus por você, assim como de que, em Cristo, somos irmãos e que Ele é nosso irmão mais velho.

    Você é presente de Deus na minha vida. Sou grata ao Pai pela rica oportunidade de ter conhecido você e ainda de partilhar momentos significativos dos meus dias.

    Saiba que você é muito importante na minha vida pessoal, profissional, acadêmica e ministerial.

    Amo você Nele.
    Cris

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela sua visita e comentário aqui neste espaço.
Em breve responderei seu comentário.
É um prazer tê-lo por aqui!!
Com amor,
Cristina Bessa

Postagens mais visitadas deste blog

O tempo debaixo do céu

Há esperança para o ferido...

Puro Nardo!